Eles projetam um método baseado em voz e tosse capaz de detectar covid-19

Publicidade

Cientistas das universidades de Granada e Eurecom (França), juntamente com engenheiros da empresa Biometric Vox (Murcia), desenharam um método baseado em técnicas de inteligência artificial que permite a detecção da doença Covid-19 a partir de gravações de vozes e tosses de pacientes.

Publicidade

Para fazer isso, os pesquisadores desenvolveram uma técnica que analisa automaticamente essas gravações para padrões acústicos isso pode ser indicativo de que a pessoa sofre desta doença, informou a UGR esta sexta-feira em comunicado.

Publicidade

“Como sabemos, entre outros sintomas associados, os doentes com coronavírus apresentam tosse seca, sensação de falta de ar e aumento da frequência respiratória, pelo que o método desenvolvido busca alterações na voz do paciente isso pode ser indicativo de que ele está sofrendo da doença”, explicou José Andrés González, professor do Departamento de Teoria dos Sinais, Telemática e Comunicações e um dos autores do estudo.

Publicidade

Com isso, o método proposto pelos pesquisadores é capaz de detectar a doença Covid-19 com uma precisão de cerca de 77% analisando apenas a voz do paciente.

A vantagem deste método sobre outros atualmente disponíveis para detectar COVID-19, como testes de antígeno ou PCR, é que esta tecnologia é completamente “não invasiva e instantânea”podendo ser utilizado por meio de um aplicativo ou ligação telefônica como método de “triagem” ou diagnóstico rápido da doença.

Tudo isso, explicou, sem necessidade de deslocação do doente ao centro de saúde e, assim, colocar outros cidadãos em risco.

Da mesma forma, os pesquisadores apontam que essa tecnologia baseada no reconhecimento de voz e tosse também poderia ser aplicado no futuro para detectar ou monitorar outras doenças semelhantes que afetam o trato respiratório, como gripes ou resfriados.

Você pode gostar...

Artigos populares...