Os cinco hábitos da inteligência emocional para satisfazer nossa saúde mental

O saúde mental talvez seja mais importante que a física, ou pelo menos são do mesmo calibre. O estado de bem-estar de nossa mente afeta a maneira como pensamos, sentimos, agimos, tomamos decisões ou nos relacionamos com outras pessoase em boas condições, permite-nos lidar com o stress, ansiedade ou derivados, bem como desenvolver competências para alcançar amadurecer, aprender ou trabalhar no nosso dia a dia.

No entanto, um transtorno de saúde mental pode afetar a capacidade de estabelecer relacionamentos, participar de atividades e até mesmo no local de trabalho, entre outros. Muitos são os gatilhos para essas situações, como experiências passadas, medos que vêm aumentando ou maus hábitos próprios.

Se psicologicamente não estivermos bem, isso acabará por ter um impacto no nosso corpo. E se os distúrbios não forem detectados a tempo, eles podem piorar com o tempo. Da mesma forma, se seguirmos hábitos corretos, poderemos melhorar o nosso bem-estar e desfrutar de uma boa saúde mental, que nos permite enfrentar a vida de forma saudável. Alguns conselhos vão do ponto de vista nutricional, como adaptação ou consideração de si mesmo.

1. Relaxe e mantenha a ordem em sua vida

O ritmo acelerado que a sociedade atualmente nos impõe tende a nos fazer cair no estresse da rotina, além de nos privar de encontrar tempo para nós mesmos e fazer atividades que podemos desfrutar. Diante disso, convém adotar uma atitude positiva e manter certa autonomia, priorizando e ordenando tarefas e buscando, na medida do possível, para meditar.

Esta atividade é sobre conectar-se consigo mesmo, olhando para dentro para acalmar nossos pensamentos (que se tornam mais intrusivos à medida que o estresse aumenta) e alcançar um relaxamento profundo e consciente. Entre seus benefícios, ajuda a melhorar a concentração e a memória, permite dormir melhor e previne o esgotamento mental.

2. Considere os outros e melhore os relacionamentos

Seja humilde, tente ouvir e aprender com os outros, Fortalecimento das relações com familiares, amigos ou conhecidos.

A melhora nas relações sociais não implicará apenas em conversar com os outros e aprender sobre outras perspectivas e pontos de vista, mas, ao mesmo tempo, facilitará a resolução dos próprios problemas, nos fará sentir mais felizes e, segundo diversos estudos, reduz o risco de doenças neurodegenerativas, além de estresse, excesso de peso ou envelhecimento.

3. Adapte-se às situações

A inteligência emocional nos leva ao poder adaptar-se a situações desconfortáveis. Quanto melhor a saúde mental, mais facilmente nos adaptamos e reconhecemos diversos tipos de formas de melhorar o ambiente, seja deixando-o para trás, mudando o ambiente ou produzindo uma melhoria no ambiente.

Segundo o Dr. Joshua A. Gordon, em estudo realizado em conjunto com outro especialista, Alexander Z. Harris, ambos da Universidade de Columbia, a capacidade de aprender com flexibilidade em novas situações “torna possível a adaptação a um mundo em constante mudança”. explica a revista Nature.

4. Hábitos alimentares e dormir bem

Ter uma alimentação saudável vai nos ajudar a lidar melhor com o dia a dia e cuidar da nossa saúde mental. Jantar cedo e leve, incluindo vegetais, evitar gorduras ou alimentos processados, ou consumir alimentos ricos em probióticos ou fibras são alguns exemplos de como nos alimentarmos de forma eficiente.

Ao mesmo tempo, dormir sete a nove horas por noite É fundamental ter uma boa saúde mental.

5. Faça o seu melhor

A única forma de tirar de nossas mentes o que nos faz mal é por meio de um ato voluntário, consciente e escolhido por nós. Com base em hábitos, atitude, crença firme nas próprias habilidades ou comprometimento, seremos capazes de mostrar nossa melhor versãoo que nos faria sentir mais felizes, mais capazes e tomar melhores decisões, aumentando nosso bem-estar.

Você também pode gostar...