O segredo para prevenir a osteoartrite

Publicidade

A osteoartrite é a doença musculoesquelética mais comum no mundo. Na Espanha afeta aproximadamente mais de sete milhões de pessoas, estimando-se sua prevalência em torno de 30% em pessoas com mais de 40 anos. Esta patologia reumática está ligada ao envelhecimento da população, pelo que o número de pessoas afetadas irá aumentar nos próximos anos devido ao aumento da esperança de vida. Na atualidade, A osteoartrite já é a quarta principal causa de incapacidade no mundo.

Publicidade

Até o momento, a osteoartrite não tem tratamento curativo, mas sim para reduzir os sintomas e manter a capacidade funcional. Nesse sentido, o exercício físico é um aliado na hora de prevenir, mas também tratar essa patologia. “O exercício diminui a dor, melhora a mobilidade articular sem danificar a cartilagem ou aumentar a inflamação . Além disso, aumenta a sensação de bem-estar, de modo que a atividade física regular melhora significativamente a qualidade de vida das pessoas que sofrem de osteoartrite”, explica Montserrat Romera, reumatologista e professor da Universidade Internacional da Catalunha, durante sua participação no “II Curso de Osteoartrite SER”.

Publicidade

Além disso, o exercício físico diminui as chances de doenças associadas à osteoartrite, como obesidade ou diabetes tipo 2 (associada ou não à síndrome metabólica). No entanto, em pessoas com doenças reumáticas, um estilo de vida sedentário é mais frequente do que na população em geral, aumentando os efeitos negativos, como aumento da dor e diminuição da função física. “A inatividade física diminui a qualidade de vida das pessoas com osteoartrite”, diz o Dr. Romera.

Publicidade

Quais são os esportes mais recomendados?

O especialista também insistiu na importância de evitar o excesso de peso, já que a obesidade é um dos fatores diretamente relacionados à deterioração progressiva da articulação. “Em pessoas com obesidade, a osteoartrite é quase três vezes mais frequente do que nas pessoas com peso normal, e se olharmos para o caso da osteoartrite do joelho, o número sobe, tornando-se cinco vezes mais frequente”, explicou Romera, que também é um dos coordenadores do projeto Reumafit da Sociedade Espanhola de Reumatologia, uma iniciativa que destaca a importância do exercício físico como tratamento para doenças reumáticas.

Natação, ciclismo estacionário ou caminhada são alguns exercícios recomendados para pessoas com osteoartrite, mas a evidência científica também tem demonstrado a importância da realização de exercícios de força que ajudem a fortalecer os músculos associados à articulação”, exemplifica o especialista ao apontar a importância de realizar exercícios adaptados aos gostos e possibilidades de cada pessoa, levando sempre consigo para fora sem forçar. Nesse sentido, o Dr. Romera lembrou a existência dos vídeos feitos no projeto Reumafit para prescrever exercícios físicos para pacientes com osteoartrite de joelho. “Graças aos vídeos disponíveis no Reumafit.com, nossos pacientes com osteoartrite de joelho podem realizar exercícios direcionados em casa. É uma ferramenta muito útil e que está a ter uma grande aceitação, que também está disponível para outras doenças reumáticas e que vamos continuar a alargar a outras patologias, bem como à manifestação de artrose noutras partes do corpo”, conclui .

Você pode gostar...

Artigos populares...